Skip directly to content
(67) 3043-5538 | Rua 7 de Setembro 453, 79002-121 - Campo Grande - MS

Como um clínico geral ajuda você

20/01/2021 - 09:00

 

 

 

 

 

 

Saiba o que faz um clínico geral, quais doenças ele trata e quando procurar um médico dessa especialidade.

Diferente do que muita gente pensa, o clínico geral não é um médico sem especialização. A Clínica Geral, ou Medicina Interna, como é conhecida aqui no Brasil, é, na verdade, uma especialidade.

A diferença é que, em vez de tratar de uma parte específica, o clínico geral conhece o corpo humano todo em profundidade e está preparado para tratar e acompanhar várias categorias de doenças que não precisam do acompanhamento mais individual de um especialista.

Qual é a função do clínico geral?

Este médico trata de todas as doenças não-cirúrgicas, não ginecológicas e não obstétricas, e apenas em adultos. Pode acompanhar pacientes em clínicas, hospitais, pronto-socorros, unidades básicas de saúde, empresas e em domicílio.

É bem comum que o clínico geral atue como “médico da família”, acompanhando seus pacientes a vida toda. Afinal, ao conhecer seu histórico, ele pode tratar com mais propriedade as queixas de quem ele atende.

O clínico geral está preparado para fazer diagnósticos, pedir e interpretar exames, prescrever tratamentos e acompanhar a evolução de seu paciente. Pode, inclusive, ser de grande utilidade para que, quando a pessoa precise ser encaminhada a um especialista, consiga entender melhor a análise deste médico.

Quando procurar um clínico geral?

Sempre que você notar o surgimento de qualquer sintoma de qualquer doença.

Hoje em dia existe a crença de que não é preciso mais ir ao clínico geral antes de procurar um especialista, o que pode acabar levando o paciente a uma espécie de “auto diagnóstico” em relação ao que está sentindo.

Isso é prejudicial à medida que as conclusões podem ser equivocadas, levando o paciente a perder tempo consultando o especialista errado.

Além disso, dependendo do estágio da doença apresentada, o clínico geral está apto a diagnosticar e prescrever tratamentos. Se for um médico que é sempre consultado pelo paciente, ele já conhece seu histórico, considerando inclusive fatores psicológicos e sociais que possam influenciar o quadro daquele paciente.

Um médico que já conhece seu histórico tem a capacidade, inclusive, de dar mais peso aos sintomas relatados. Criar um relacionamento com seu clínico geral permite um diagnóstico em profundidade, com todas os outros fatores que ele já irá saber ao longo dos anos.

Assim, se houver a necessidade de indicação a um especialista, as oportunidades do tratamento ser mais eficaz e preciso serão muito maiores.

O clínico geral não apenas tratará doenças já existentes, mas também prevenirá problemas futuros.